Tradicional, romaria até Vila São Pedro segue com restrições por conta da Covid

| DOURADOSNEWS / THALYTA ANDRADE


Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, da Vila São Pedro, é tradicional ponto de encontro de fieis na região da Grande Dourados - Crédito: Hedio Fazan / Dourados News
publicidade

A tradicional romaria na Vila São Pedro, em Dourados, em celebração ao Dia de Nossa Senhora Aparecida, comemorado em 12 de outubro, segue este ano com restrições na programação por conta dos cuidados referentes à pandemia de coronavírus.

Ainda que a cidade atualmente se encontre em um cenário de estabilidade, medidas preventivas de biossegurança, como evitar aglomerações, impedem a procissão de fieis que anualmente costumam se dirigir ao santuário – a grande maioria a pé - para pagar promessas e fazer orações à padroeira.

“Essa romaria já é tradição aqui na Diocese de Dourados. Muitas pessoas vêm caminhando de vários lugares, também das cidades vizinhas em caravanas e no dia 12 passam aqui pelo santuário. Muitos vem pagar promessas de milagres alcançados através da intercessão de Nossa Senhora e também prestar homenagens para a mãe de Deus. É um dia marcado pela experiência do povo de Deus na intercessão da Virgem Maria pelas graças e bênçãos alcançadas”, ressalta o padre Jander da Silva Santos, reitor do Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida da Vila São Pedro.

Para a data comemorativa, na terça-feira, está programada uma missa pela manhã com transmissão ao vivo pela página do santuário no Facebook (confira clicando aqui). À tarde, a partir das 16h, haverá outra missa de celebração, em sistema drive-in, com capacidade para 600 carros. Esta é a única atividade programada com presença de público. 

Para participar do drive-in é preciso garantir com antecedência um convite, disponibilizado de forma gratuita no próprio santuário ou na livraria ‘Damasco’, localizada anexa à Catedral Imaculada Conceição, na Praça Antônio João, no Centro de Dourados.

A reitoria da Diocese de Nossa Senhora da Vila São Pedro pede que haja comprometimento das pessoas que pegarem o convite, justamente pela limitação de capacidade de ocupação do espaço.

Ano passado, primeiro ano de pandemia, mesmo com as proibições por conta da Covid-19, muitos romeiros se dirigiram ao santuário e acabaram gerando aglomeração. Por esse motivo, os portões de acesso esse ano estarão totalmente fechados para acesso à imagem da santa, como medida preventiva.

“Não recomendamos que as pessoas venham, mas que em sua maioria acompanhem a programação pela nossa página do Facebook. Mesmo vendo esse quadro de pandemia alcançando uma estabilidade, graças a Deus, ainda é preciso que nós tenhamos um pouquinho de paciência. A expectativa para o ano que vem é de uma grande festa de retorno, como Nossa Senhora merece. Mas, embora no dia 12 nós não tenhamos a presença de todo mundo aqui no santuário, esse será como sempre um dia de alegria. Onde quer que as pessoas estejam é importante que nós vivenciemos esse dia com o coração cheio de alegria porque assim é o coração da Virgem Maria, que se alegra em Deus que tem feito maravilhas em nossas vidas”, destacou o padre Jander.  



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!